A10 - Data World

25 ago | Você fala dados? Conheça o novo idioma do momento!

Os dados se tornaram uma fonte de informação valiosa para qualquer empresa, pois é baseado neles que os planejamentos são feitos e decisões são tomadas. O Data Literacy ou Alfabetização de dados é um conceito que consolida a relevância da gestão de dados e está se tornando muitíssimo importante no ramo dos negócios.

Sua função é capacitar gestores e colaboradores a verificar a qualidade dos dados gerados pela organização, separá-los, avaliá-los, contextualizá-los e usá-los para traçar estratégias do negócio.

Sua meta é reunir conhecimentos que podem vir a ser utilizados como ponto chave para a organização, seja no momento de tomar uma decisão, mudar a rota de uma estratégia ou criar novas soluções para o mercado.

Quando a empresa tem um programa de Data Literacy como aliado, o uso efetivo de dados é feito, além de interpretar e utilizar de forma qualificada cada informação presente no empreendimento, independente de serem internas ou externas.

Assim, inevitavelmente oportunidades de crescimento são criadas para a mesma.

Alfabetização de dados ou Data Literacy: o que é?

Data Literacy nada mais é do que a capacidade de ler, escrever e comunicar dados de forma contextual. A alfabetização de dados propicia o entendimento de quais deles precisam ser rastreados, como devem ser lidos e de que forma usá-los para otimizar o negócio.

Do dado estruturado ao não estruturado, absolutamente tudo que é gerado tem valor informacional. Os dados não são apenas números: são textos, vídeos, imagens, áudios e todo tipo de informação que pode ser codificada.

A junção de milhões, bilhões, trilhões de informações compõe o que chamamos de Big Data - que nada mais é do que um emaranhado de inúmeros dados servidores. No entanto, para que tudo isso tenha um significado, é necessário que haja pessoas interpretando cada uma dessas informações de forma adequada.

Esse cenário tornou possível o surgimento de um procedimento de reeducação, onde as pessoas, processos e tecnologias precisaram desenvolver a capacidade de ler, entender, criar e comunicar dados como informação estratégica, ou seja, a principal função do Data Literacy.

Dessa forma, os dados devem estar internalizados de tal forma nas organizações a ponto de serem necessários para todo direcionamento a ser tomado, em todos os setores do negócio.

Por que o Data Literacy é importante?

O universo do Big Data está se expandindo mais e mais. A quantidade de informações que vêm sendo geradas cresce exponencialmente.

Nesse ambiente movido por dados, a única opção para sobreviver no mercado é conhecê-los profundamente, e para isso, as organizações necessitam investir na alfabetização de dados para toda a sua estrutura.


Ferramentas de Business Intelligence como o Qlik Sense organizam todas as fontes de informações (sites, dados de CRM, e-mails, dados financeiros, etc) e permite ver como essas fontes interagem, como por exemplo, é possível verificar se vendas aumentam quando as cores de um site são alteradas.

Contudo, é preciso que os funcionários da empresa estejam integrados com os dados que a ferramenta de Business Intelligence busca para saber o que fazer com eles, caso contrário, não saberão utilizar seu software de BI para crescimento do negócio.

Um colaborador ou gestor com conhecimento de dados, sabe quais informações acompanhar, onde estão armazenadas e como se encaixam.

O Data Literacy também propicia uma maneira de pensar estruturada em dados. A pessoa que possui conhecimento nessa área não enxerga apenas termos genéricos. As informações passam a ser específicas gerando tabelas que conduzem o empreendimento checar com exatidão o crescimento ou queda de vendas.

Aprender Data Literacy tem um caminho parecido como quando aprendemos uma língua estrangeira: você realmente não aprende uma nova língua até que comece a pensar nela além de falá-la.

Alcançar a alfabetização de dados requer vários componentes, ferramentas e tecnologia fazem parte disso, contudo os funcionários precisam aprender a pensar sobre dados, para que cheguem ao entendimento de quando os mesmos são úteis ou não.

O Data Literacy precisa de uma cultura onde os dados sejam valorizados por todos como um veículo principal para a tomada de decisões.

Dados como a nova base da economia

No contexto atual, é comum escutar que os dados são o novo petróleo do mundo, afinal eles ditam a evolução ou falência de qualquer negócio independente de seu setor.

Os dados que mais se proliferam hoje possuem diversas origens, formatos e surgem de forma desestruturada por meio da internet. A colheita dessas informações pode revelar preferências e valores de determinados grupos de quaisquer lugares do planeta: a forma como consomem, como se comportam, quanto gastam e no que, de produtos e serviços à forma como gostariam de ser abordados.

Os dados tornaram-se o principal ativo de uma organização. Não importa seu segmento de atuação, toda e qualquer companhia está engajada em um novo momento do mercado: agora o universo é digital.

Hoje, qualquer que seja a área, necessita de análise de dados eficiente para sobreviver. Inclusive essa aptidão é uma skill básica e necessária para ingressar no mercado de trabalho.

O setor comercial, por um exemplo, precisa identificar o número de vendas dentro de um espaço de tempo e comparar o resultado com o desempenho do concorrente.

O marketing deve mensurar indicadores das campanhas nas mídias sociais para saber se suas ações estão sendo efetivas, ou se a estratégia de comunicação necessitará passar por mudanças.

Toda informação é um norte para a tomada de decisões e, por isso, viver alheio a este movimento significa deixar de lado o sucesso.

Vantagens do Data Literacy

Vários aspectos de um negócio são influenciados por dados, desde quantos produtos serão feitos, até que clientes têm potencial para trazer resultados melhores em uma empresa.

- Marketing:

De todos os departamentos dentro de um negócio, poucos se beneficiam como os especialistas em marketing. Os insights alcançados com a interação com clientes atuais da organização são extremamente preciosos para se traçar um perfil do público alvo do negócio.

Essas informações são valiosas no momento de identificar onde e quando anunciar. Um departamento de marketing guiado por dados é um ativo para sua organização.

- Financeiro:

Qualquer empresa busca constantes oportunidades de utilizar seu orçamento com inteligência e fazer mais com menos.

No geral, o departamento financeiro é beneficiado com a visualização de dados aprimorada que vem com o domínio de soluções analytics e alta alfabetização de dados.

Estar inteirado sobre quando e como o dinheiro da empresa é movimentado, é estratégico para apontar soluções que diminuam o custo na hora de fazer negócios.

Sendo assim, Data Literacy é imprescindível para o departamento financeiro.

- Operacional:

As operações do negócio crescem quando dados são usados. Um dos grandes desafios dessa área é conseguir localizar os gargalos que impedem que a empresa seja tão eficiente quanto possível.

Deter mais competência operacional é uma maneira de poupar e aumentar a lucratividade dos produtos sem que seus preços sejam alterados. Com o Business Intelligence e o Data Literacy, as organizações descomplicam seus problemas e baixam custos nas tarefas do dia a dia.

A A1O  disponibiliza um programa de adoção e educação de alfabetização de dados. Não existem motivos para que você não se torne um exímio profissional que se baseia em dados se tornando um diferencial em qualquer setor que atue!

Por meio de uma cultura onde os dados são o foco principal, a conquista empresarial é a única resposta possível a ser obtida com um bom trabalho tendo como alicerce decisões assertivas!